Home

de exemplos de substacias hidrofilicas e hidrofobicas...?

valeu genti mas eu naum perguntei o q era, soh pedi exemplos.!

2 respostas

  • Publicada em 2007-11-08 por Anónimo

    São substâncias que ao reagirem sempre formam moléculas de chuva porquê resultado. porquê exemplo temos as reações ácido-base nas quais sempre ha formação de H2O e um sal.
    Hidrofílicas: polissacarídeos
    Hidrofóbicas: gorduras, óleos
    . A tendência da chuva de associar-se a substâncias hidrofílicas, em diversos graus de intensidade, é chamada relação de chuva ou hidratação. A força da relação depende de muitos fatores, entre os quais: natureza do soluto, elaboração salina, pH e temperatura. Em matrizes complexas, porquê a da maioria dos vitualhas, existem diferentes graus de relação de chuva. A chuva ligada mais intensamente é troço integrante da substância não aquosa. É definida porquê chuva constitucional e representa uma pequena fração da chuva dos vitualhas de subida umidade, estando situada, por exemplo, nas regiões intersticiais de proteínas ou porquê troço dos carboidratos.

  • Publicada em 2007-11-08 por Anónimo

    A soma de diferentes substâncias à chuva determina a modificação das propriedades da substância adicionada e da própria chuva. As substâncias hidrofílicas interagem fortemente com a chuva por mecanismos íon-dipolo ou dipolo-dipolo, causando mudanças na estrutura da chuva e em sua mobilidade. Os grupos hidrofóbicos das substâncias adicionadas interagem muito fracamente coma chuva propínquo, preferindo um envolvente não aquoso. A chuva propínquo aos grupos hidrofóbicos assume um maior proporção de estruturação que a chuva pura, por essa razão é que os grupos hidrofóbicos se agregam para minimizar seu contato com a chuva. A tendência da chuva de associar-se a substâncias hidrofílicas, em diversos graus de intensidade, é chamada relação de chuva ou hidratação. A força da relação depende de muitos fatores, entre os quais: natureza do soluto, elaboração salina, pH e temperatura. Em matrizes complexas, porquê a da maioria dos mantimentos, existem diferentes graus de relação de chuva. A chuva ligada mais intensamente é segmento integrante da substância não aquosa. É definida porquê chuva constitucional e representa uma pequena fração da chuva dos vitualhas de subida umidade, estando situada, por exemplo, nas regiões intersticiais de proteínas ou porquê segmento dos carboidratos.

    Hidrofílicas: polissacarídeos
    Hidrofóbicas: gorduras, óleos

    Exemplo na Biologia:
    Os fosfolipídios, componentes predominantes da membrana, são anfipáticos, isto é, possuem uma troço da molécula que é hidrofílica (com afinidade pela chuva) e outra hidrofóbica (sem afinidade pela chuva). Quando em contato com a chuva esses fosfolipídios tendem a formar bicamadas concêntricas, semelhantes à membrana plasmática. Nessas bicamadas as moléculas de lipídios se arranjam de tal forma que as partes hidrofílicas ficam em contato com a chuva (tanto na monocamada externa quanto na interna) e as hidrofóbicas ficam em contato entre si. Note-se que, desta forma, cria-se uma região hidrofóbica no "interno" da bicamada que impede a passagem de sub

Utilize o formulário para responder a esta pergunta